Mulheres na mídia, permissão ou Conquista? Marketing inclusiva-mente feminino neles.

Olá QueriDnas… que tal perguntarmos isto por aí, sempre?

Ainda precisamos de permissão para vermos/sermos nós mesmas, se sim, de quem? Quem nos apoia em nosso Empoderamento como consumiDnas?

Nos últimos dias, para ajudar em nosso empoderamento, a internet foi assolada por 3 peças publicitarias- todas estão abaixo- oriundas de uma comunicação tão real, tão femininas e conectadas conosco, que acredito causaram um ultimato na cabeça dos mais resistentes ao marketing inclusiva-mente feminino, deixando claro que este é um caminho sem volta.

Poderemos por fim dizer que “antigamente” … lá trás…padrões eram criados, beleza magra era a regra, beleza igual e sem felicidade ou naturalidade, sem essencia e sem parecer conosco era o que supostamente vendia?? Empoderamento feminino era temido e escondido…

E empresas/mercado seguiam esta linha de raciocínio por  comodismo, sem questionamentos sobre o quanto iriam prejudicar nossa visão de nós mesmas, nosso emocional e nossa auto-estima, e o quanto isto nos desligava de nós, nos punha em competição constante, nos fazia manter esta construção social de mulher inferior, mulher sem inteligencia, mulher sem liderança, mantendo um machismo desmedido, educando meninos desde cedo a se sentirem mais fortes e superiores, mais capazes, menos femininos e menos empaticos/parceiros?

Assim esperamos, hoje esta realidade mudou, o mercado percebe sua responsabilidade e seus erros, percebe que não pode mais tratar consumidonas como um alvo, mas sim como foco, como sua parceira.

Para que construir uma irrealidade em cima de uma realidade que ja existe, com voz, com coragem e unidas? Para que dizer “não faz mal, é só um comercial, ou um seriado, ou uma novela etc” se pode ser de fato criativo, saindo da mesmice, nos conquistando com o dialogo e utilidade real, ou até diversão real?

Precisamos lembrar a importancia de nosso dinheiro suado para vocês, e o quanto ele merece respeito de todas as empresas e suas fornecedoras?

E assim lembrar que nosso bolso refletirá a sobrevivencia de TODAS VOCES?

Em que momento este procesos se inverteu, sempre me questiono, quando perdemos o valor humano, mas não o econômico para voces, Mercado, Empresas e Agencias?

Ao final, não são humanos produzindo/vendendo algo para outros humanos? Onde ficou o bom senso?

Fomos alvo de desrespeitos, manipulações, ilusões em photoshop’s sem ética, e assim nós mulheres reais, negras, gordas, altas, nerds, bravas, lideres, mães, avós, mentes femininas etc ficamos escondidas.

Nao encontro uma data, mas digo que ja faz muito tempo, eu não me lembro de ter visto comerciais, propagandas, programas de TV ou revistas femininas, agradaveis e que fossem empoderadores, que me permitissem sonhar e ser eu mesma quando criança, que me mostrassem mulheres reais!!

Mas os que me impunham um padrão para tudo, me diminuiam se não conseguisse e se conseguisse me diziam que era metida/mandona, por não ter o cabelo liso o suficiente, a pele bonita o suficiente, nem ser alta, magra, peituda, jovem, loira ou ter olhos azuis o suficiente…, destes eu me lembro muito bem…

Chega desta construção tão errada em cima de todxs nós!

Creio que estamos aprendendo que: Manda quem tem o poder de comprar, e não quem tem a vontade de vender! E isto traz consequências profundas, toda a sociedade irá mudar…e melhorar!

Manda quem em poucas decadas e com um esforço gigantesco conseguiu mudar nossa sociedade, estudar, trabalhar, cuidar, criar, educar, colaborar, manter o Mercado girando, comprar, divulgar, influenciar, desejar e construir, que foram pasmem voces: nós mulheres, inclusive lutando contra esta realidade.

Não estas mulheres/ilusões de comercial de cerveja, que devem usar o corpo para atrair clientes babões, isto ficou lá traz rapaz, na decada de 70 quanto este aprouch/apelo fazia algum sentido, era de alguma forma inovador, mesmo já não sendo eticamente ou humanamente correto!!!!

“Hoje somos o futuro das cervejarias, seja por que estamos sim consumindo mais cerveja do que nunca, seja por que estamos mais ricas do que nunca e nossos bolsos serão seus queridinhos pelos próximos 10 anos segundo pesquisas da área, mas não iremos querer homens semi nus trazendo cerveja para nós, não gostamos de comerciais rasos e sem graça, preferimos nos diverter, rir, vocês podem mudar isto tudo? Compraremos, se sim.”

Não queremos também, mais comerciais de crèmes anti sinais que nos dizem que não devemos envelhecer, ou pior, sermos felizes com nossos rostos imperfeitos e lindos, que colocam jovens de 20 e poucos anos para criar um padrão irreal, mesmo vendendo cremes para mulheres acima dos 50/ mulheres prime?

Nós ja aprendemos a nos amar, e vejam gostamos de crèmes por diversas razões, porem podemos escolher de qual empresa comprar a depender de sua conexão real conosco, e de seus valores, quem sera a eleita?

Outra novidade: não somos mais as mocinhas que se sentam no banco de passageiros nas propagandas de automoveis, e eram apelidadas de maria Gasolinas, de pouca idade e sorrisos duvidosos.

Não coleguinhas, nós dirigimos seus carros há muitos anos, e se a novidade for muito grande para voces, sente-se, nós representamos mais de 60% de todas as suas vendas, ou seja, NÖS somos seu publico consumidor, e a maior parte do comprador e do influenciador tambem em todas as vendas, não se esqueçam que nossos irmãos, maridos, namorados, e pais nos consultam, e nossos filhos precisam de nossos bolsos.

O que dizer para voces então? MUDEM montadoras, mudem agencias de montadoras! Mkt inclusiva-mente feminino URGENTE para vocês coleguinhas…;).

Nós estamos unidas e diremos NÃO para comerciais de produtos de limpeza que deixem claro o quão machistas e atrasados estão, achando que quem cuida de uma casa na família são apenas mulheres, ledo engano, olhem as estatisticas, estamos morando sozinhas mais do que nunca, e os homens tambem, não precisamos mais do cargo de segunda mãe, ou de dona do lar, somos as donas do consumo, da mudança, e em casa dividimos os afazeres ou fazemos sozinhas para nós mesmas, se desejarmos morar sós.

Por fim e mega importante, um dos simbolos mais sensiveis de nossa luta de empoderamento: Não, para propagandas de cabelos alisados para estar no “padrão”.

Nossos cabelos, nossos crespos e cachos nos pertencem, e gostamos deles como são, mas relaxem voces, que quando quisermos mudar, por livre e espontanea vontade, procuraremos uma empresa que saiba nos entender, que valorize nossa vontade, e não uma moda com suas regras dispensaveis, que por muitos anos podou a aceitação real de nós e nossa beleza natural, sem restrições, e claro, sem preconceitos.

Eu imagino que muitos estão sem entender como chegamos até aqui, com um Mercado maltratando tanto as próprias clientes, sem fazer questão real de entender a realidade atual e o desejo de todas nós, sem dialogar, sem conectar ou pior: sem entender nossos valores e lutas diárias?

Como pudemos comprar de certas empresas, pudemos aceitar a maioria dos comerciais e programas nos expondo na midia sem contestar, acabamos ficando caladas e não exigimos uma mudança, ou nosso dinheiro sem nenhuma volta, para voces? Isto acabou.

Acredito que de hoje em diante, vamos todos juntas, e escolheremos melhor nossos parceiros, e me refiro aos que estão aí fora trabalhando para oferecer coisas legais para nós, espero que muitos mudem por vontade própria e que possam se tornar a melhor versão de voces tambem, porque nós já estamos trabalhando nisto, juntos homens e mulheres que já cansaram deste mundo irreal, e não se enxergam mais nele, não entendem o Marketing perdido ou a publicidade agressiva que temos!

Marketing inclusive-mente feminino, publicidade e comunicação real, bem vindo 2016!!

Afinal, estamos todas juntas!

Empresas que nos respeitem, nos representam, se conectem e dialoguem conosco na verdade… comprem NOSSA ideia!? Mudem seus conceitos, nós já estamos mudamos o nosso, e  voces ?

Aqui no Marketing Dna feminino nós seguimos.. a casa das Consumidonas Brasileiras, com muita discussão e muita ajuda para o mercado, vamos trabalhar todos juntos finalmente, empresas quem vem? Queremos ajudar sim, mas iremos fiscalizar também.

Dna Fernanda aqui, milhares de consumidnas ai… juntas, vamos todas! 🙂

Sobre Fernanda Celina

1@ Consumidona e empreendedona, mente feminina por trás desta casa, outra ex chefe de Mkt e negócios durona e workaholic de alguma Multi, que preferia contratar mulheres e que ama pensar e usar ferramentas!
Gateira e feminista, rebelde, leitora voraz, costureira, questionadora e cheia de “creres”: creio em serumaninhos e não em generos e em um Mundo e Marketing mais honesto e inclusiva-Mente Feminino, que produza mais verdade e menos prejuízos, principalmente emocionais!!! Com estratégias mais sustentaveis para todos e confiaveis para as consumidonas de TUDO: Mulheres e Mentes femininas, nascidas com um X ou com 2 XX.
Creio mais ainda na força da economia criativa e colaborativa, para que TODXS nós nos juntemos e trabalhemos na aceleração de nossa revolução no mercado, e na industria da MODA principalmente. O temido poder econômico sempre esteve em NOSSA$ Mão$ e bol$os, vamos usar-lo?? Nós, mercado/empresas podemos nos ajudar e ganhar todos!
Empoderar dando consciencia e informações as consumidonas e empreendedonas é a meta..depois sentamos para um café e conversas…s2 ;) borá ganhar todas juntxs, queridonas?:)

Veja também

Abusos. Aceitamos ou NÃO Donas!

Queridonas, bem vidas ao nosso Manifesto do Blog: Atenção spoiler—>assunto dolorido e URGENTE em Abusos contra …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *